Viver no Senhor – Um blog a serviço da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Igreja Católica Apostólica Romana. – – – Sejam Todos Bem-Vindos! Quando neste blog é falado, apresentado algo em defesa da Igreja, contra o protestantismo, é feito com um fundo de tristeza ao ver que existem "cristãos" que se levantam contra a única Igreja edificada pelo Senhor Jesus no mundo. Bom seria se isto não existisse, a grande divisão cristã. Mas os filhos da Igreja têm que defendê-la. Saibam, irmãos(ãs), que o protestantismo, tendo que se sustentar, se manter, se justificar, terá que ser sempre contra a Igreja católica (do contrário não teria mais razão de sê-lo) ainda que seja pela farsa, forjar documentos, aumentar e destorcer fatos (os que são os mais difíceis para se comprovar o contrário pelos cientistas católicos, pois trata-se de algo real, mas modificado, alterado para proveito próprio.) E tentarão sempre atingir a Igreja na sua base: mentiras contra o primado de São Pedro, contra o Papa e sua autoridade, contra o Vaticano, contra a sua legitimidade, etc, etc. São, graças a Deus, muitos sites católicos que derrubam (refutam) estas mentiras, provando o seu contrário, bastando portanto se fazer uma pesquisa séria, por exemplo, com o tema: cai a farsa protestante, refutando o protestantismo, etc. O Espírito Santo jamais abandona sua Igreja. Que saibamos, por este Espírito, amar aos protestantes que não participam destas ações malignas, e aos que se incumbem destas ações, os inimigos da Igreja, que saibamos, ainda que não consigamos amá-los o bastante, ao menos respeitá-los, em sua situação crítica perante Jesus e desejar a eles a conversão e a Salvação de Nosso Senhor Jesus. "Se soubéssemos verdadeiramente o que é o inferno, não o desejaríamos ao pior inimigo".

Qual seria a mão do demônio?

Padre Miguel Pedroso
O Combate
 
O Padre Miguel Pedroso (já falecido) foi um grande exorcista no bairro da Moóca, na capital de São Paulo. A pequena paróquia de São Miguel Arcanjo ficava lotada de pessoas, para receber sua benção e ouvir suas palavras. Meu irmão, esteve presente num desses dias em que o Padre Miguel estava dando uma palestra para os jovens.
 
Relato feito pelo próprio Padre Miguel Pedroso:
 
Estava em minha paróquia, quando umas pessoas vieram me procurar para exorcizar uma mulher grávida que estava no hospital e que estava assustando até os médicos. Imediatamente me arrumei e fui com a família para o local.
 
No caminho eles me contaram que ela havia freqüentado um centro espírita e que depois disso, jamais teve sossego: brigas em família, desajustes com filhos, marido perdera o emprego…
 
Ao chegar no hospital, sem mais demora me dirigi ao quarto onde a grávida estava, já quase para dar à luz. Ao me ver, a mulher começou a se contorcer e a dar urros misturados com choro e gritos.
 
Coloquei minha estola, e com a cruz nas minhas mãos iniciei as orações exorcísticas. Ao colocar minha mão sobre a cabeça dela ela gritou com voz bem gutural:
 
 
– Tira sua mão, pois ela é minha…
 
– Deixe esta criatura de Deus em paz – respondi.
 
E se contorcia toda na cama, com a face toda esbranquiçada e olhos de ódio dizia:
 
– Eu, legião, quero ela… se não puder leva-la vou levar o que tem no seu ventre.
 
Minha única resposta, só podia ser:
 
– Você não pode levar a criança, ela é uma criatura de Deus e a Deus pertence – e continuei com minhas orações, ordenando que esse espírito maligno deixasse a mulher.
 
Foi então que cuspindo na minha face o demônio deu uma gargalhada estrondosa e urrou:
 
– Eu não saio dela enquanto minha mão estiver nela…
 
Estranha essa afirmação. Então ordenei:
 
– Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, deixe essa criatura, você é um espírito e não tem mão…
 
O demônio dava gargalhadas e se contorcia de todos os lados.
 
Ocorre que nessas viradas de cá e de lá a blusa da mulher grávida estava um pouco aberta e eu vi uma corrente no seu pescoço. E nessa corrente havia pendurado uma figa.
 
Pedi que imediatamente retirassem a figa daquela mulher.
 
Tão logo retiraram a figa, o demônio a deixou. Eis a mão do demônio.
 
Todos ficaram aliviados e a mulher pode fazer seu parto normalmente.
 
Ao confessarmos, precisamos fazer sempre o exame de consciência. E para fazermos bem feito, convém que consultemos sempre um bom livro de catecismo. Amar a Deus sobre todas as coisas significa também que devemos repudiar toda a espécie de superstição.
 
Título Original: A mão do demônio
 
 
Site: O Combate
Editado por Henrique Guilhon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: